Limpeza bucal no consultório elimina tártaro e placa bacteriana

03/03/2016

A profilaxia é feita com a raspagem, alisamento e polimento dos dentes. Esse procedimento pode ser feito manualmente com instrumentos adequados, mas também pode ser feito utilizando aparelho de ultrassom, jato de bicarbonato ou escovas e borrachas de polimento. O procedimento visa remover manchas, placa bacteriana e tártaro.

Com esse cuidado é possível prevenir doenças das gengivas e também melhorar a aparência dos dentes, deixando-os limpos e brilhantes. Quando as superfícies dos dentes estão polidas é mais difícil o acúmulo de placa, e por consequência a formação de tártaro.

O tártaro e a placa bacteriana são responsáveis por doenças como gengivite, cárie e pelo mau hálito. A limpeza é uma oportunidade de o dentista mostrar ao paciente as áreas onde a higiene está deficiente e também ensinar como usar a escova e o fio dental corretamente.

Se houver sangramento durante a limpeza, não significa que ocorreu um ferimento da gengiva, mas que ela está inflamada (gengivite).

Muitas pessoas deixam de usar o fio dental quando a gengiva sangra porque pensam que o fio está machucando. Mas o que acontece é que sem o uso de fio dental a placa vai-se acumulando sob a gengiva, deixando-a inflamada. Por isso ela se torna sensível e sangra facilmente. Quando tártaro e placa são removidos e uma boa higiene diária é mantida, em um ou dois dias a gengiva para de sangrar. Se o sangramento persistir, retorne ao dentista.

Quanto mais antigo for o tártaro, mais duro e aderido ao dente ele se torna, o que dificulta a remoção. Dependendo da quantidade, podem ser necessárias várias sessões para remover totalmente o tártaro. Em casos em que o tecido gengival está muito sensível e inflamado, pode ser administrada a anestesia. Quando a quantidade de tártaro é muito grande, a dentina que estava recoberta pelo tártaro pode ficar sensível logo após a realização da limpeza. Esse desconforto é rapidamente contornado com aplicação de flúor e uso de creme dental dessensibilizante.

Consultar o dentista duas vezes por ano é o recomendável para quem tem gengivas saudáveis e um baixo índice de cáries. Quem tem doença periodontal, diabetes, alto índice de cáries, próteses e/ou aparelhos ortodônticos precisa de consultas com mais frequência. Assim, pequenos problemas podem ser detectados e tratados facilmente antes que se agravem.

A profilaxia é importante para ajudar a manter a saúde da sua boca, sem contar que ter os dentes limpos te dará uma sensação muito boa!

Fonte: Minha Vida

Notícias recentes

Ponha no prato alimentos que deixam dentes e gengivas saudáveis

05/07/2016

Escovação, aliada à dieta, promove mordida mais forte e sorriso mais branco

Veja mais

Coisas que seu dentista sabe ao examinar sua boca

20/06/2016

Embora muita gente tente, não dá pra enganar o dentista.

Veja mais

15 alimentos que mancham os dentes

10/05/2016

Nada chama tanto a atenção quanto um sorriso branco e radiante!

Veja mais