Quais os principais erros no processamento radiográfico e como preveni-los?

01/03/2016

O exame radiográfico é um meio complementar, importante e necessário, que o profissional da área da saúde utiliza na elaboração do diagnóstico, planejamento e execução do tratamento, de um modo geral. Para uma interpretação correta e segura, há necessidade de radiografias com padrão de qualidade aceitável, que possibilitem um diagnóstico adequado.

Muitas podem ser as causas de uma radiografia insatisfatória, abaixo alguns erros que podem ocorrer no processamento radiográfico e as principais razões pelo qual ocorrem:

Radiografia amarelada: o filme não foi lavado corretamente. No processamento automático a máquina faz a lavagem do filme e já libera a radiografia pronta, sequinha. Já no processamento manual, devemos fazer duas lavagens, uma intermediária, quando tiramos o filme do revelador e outra final, em água corrente, de preferência (20 minutos).

Mancha Branca: gota de fixador em contato com o filme antes do processamento. Cuidado na manipulação dos líquidos de revelação.

Mancha Preta: gota de revelador em contato com o filme.

Radiografia Escura: super-revelação, aumento da concentração do revelador, aumento da temperatura do revelador, revelar a película com o papel que o envolve (no caso do filme periapical), exposição do filme à luz.

Radiografia Clara: sub-revelação, baixa temperatura do revelador, fixador contaminado pelo revelador, revelador oxidado ou saturado, deixar a película radiográfica mais que 24 horas na água.

Riscada: unhas do operador tocando o filme ou contato com outros filmes. Radiografias arranhadas, tendo a emulsão removida da base do filme.

Rachadura: filme colocado em alta temperatura ou soluções de processamento em baixas temperaturas.

Embaçamento: filme vencido, filme exposto à luz durante o processamento.

Bolhas de ar: o ar é aprisionado na superfície do filme após este ser colocado na solução processadora, impedindo os produtos químicos de afetarem a emulsão naquela área.

Tremida: radiografias com contornos não nítidos, devido ao movimento do filme, aparelho ou paciente durante a exposição;

Impressão digital: filmes manuseados com os dedos contaminados;

Agora que você já conhece os principais erros no processo radiográfico, é importante prestar muita atenção para prevenir essas falhas na execução da tomada da radiografia ou durante o processamento dos filmes. Com esses cuidados, você garante um material radiográfico de qualidade e evita: interpretações errôneas, repetição da técnica, maior exposição dos pacientes à radiação, aumento do tempo clínico ou custos desnecessários.

Notícias recentes

Ponha no prato alimentos que deixam dentes e gengivas saudáveis

05/07/2016

Escovação, aliada à dieta, promove mordida mais forte e sorriso mais branco

Veja mais

Coisas que seu dentista sabe ao examinar sua boca

20/06/2016

Embora muita gente tente, não dá pra enganar o dentista.

Veja mais

15 alimentos que mancham os dentes

10/05/2016

Nada chama tanto a atenção quanto um sorriso branco e radiante!

Veja mais